[GUIA] – Como escolher o fornecedor de sistemas ideal para o seu negócio

Graças ao avanço tecnológico e a possibilidade de acesso remoto proporcionada por tecnologias como o armazenamento de dados na nuvem e dispositivos móveis, os sistemas se tornaram populares e muito mais acessíveis do que você imagina.

Com um sistema desenvolvido sob medida, sua empresa ou negócio passa a ter como vantagem um histórico completo de todas as operações, maior assertividade e controle nos processos realizados e ainda economizar tempo e investimento por meio da automação de processos.

Como escolher um fornecedor de sistemas

Porém, para que a automação de processos seja realizada de maneira precisa e eficaz, é necessário muito planejamento e um escopo de trabalho bem definido por parte do fornecedor responsável pelo desenvolvimento do sistema.

Mas como identificar e escolher o melhor fornecedor para o seu projeto?

Neste artigo, vamos elucidar alguns pontos que você deve levar em consideração no momento da escolha do seu fornecedor de sistemas. Confira a seguir algumas dicas que podem ajudar a sanar algumas dúvidas e contribuir com o seu processo de decisão.

 

1 – Histórico da Empresa

Independente da forma como você tenha chegado até determinado fornecedor, seja via um e-mail marketing recebido, uma busca no Google ou indicação, é muito importante que você pesquise mais sobre ele antes de fechar um contrato de desenvolvimento.

Procure saber mais sobre seus valores e filosofia de trabalho, conferir seus clientes e, quando houver, depoimentos de clientes atendidos.

Além disso, as redes sociais, assim como uma rápida busca em sites como o ReclameAqui!, podem mostrar se o fornecedor é de confiança ou se trará problemas ao longo do desenvolvimento. Pesquise.


2 – Projetos realizados e leque de serviços

É fundamental conferir o portfólio de cases e projetos realizados pelo fornecedor. Além de poder fornecer alguns insights, você confere na prática o trabalho de desenvolvimento realizado e as metodologias utilizadas nos projetos entregues.

Sistema Fototica Flatbox
Clique na imagem e confira o case de desenvolvimento do sistema de autoatendimento Fototica by Grandvision

 

Outro ponto importante é que, por mais que você esteja buscando desenvolver um sistema, é importante saber se o fornecedor tem experiência com serviços afins, como o desenvolvimento de aplicativos, e-commerces e sites, por exemplo. Isso lhe dará um exemplo da expertise do fornecedor quando o assunto é desenvolvimento em geral.


3 – Metodologia e Processos

Conforme citado acima, este é um ponto importante a ser analisado no momento de sua escolha. Certas metodologias e processos facilitam sua comunicação com o fornecedor e garantem que o desenvolvimento seja entregue dentro do prazo estipulado. Procure saber mais e questionar se o fornecedor em prospecção utiliza métodos como SCRUM, KANBAN, Design Thinking, Lean Startup, Business Model Generation, dentre outros.

Metodologia SCRUM
Exemplo de aplicação da metodologia SCRUM (Foto: Reprodução)

 


4 – MVP

Por último, mas não menos importante, informe-se com o fornecedor se o mesmo trabalha com modelo e metodologias de desenvolvimento com base em um Mínimo Produto Viável (MVP).

Lembre-se: em um mundo de negócios tão competitivos, agilidade é fundamental. Opte pelo lançamento de uma versão mais simples de seu sistema ou app e vá realizando uma evolução gradativa das demais funcionalidades, assim você não corre o risco de focar no desenvolvimento de um produto ideal que sequer foi testado no mercado e/ou junto ao público de interesse.

Exemplo de MVP
Exemplo de desenvolvimento com base em MVP (Foto: Reprodução)

 

Agora que você já conferiu alguns pontos importantes no auxílio de sua escolha, acesse nosso site, veja um pouquinho mais sobre nossos serviços e cases de desenvolvimento e entre em contato com a gente para realizar o orçamento do seu sistema sem compromisso.

Quer saber mais?
Entra em contato com a gente!

Assuntos

automação - desenvolvimento - MVP - sistemas - taylor made